terça-feira, 8 de julho de 2014

Tecnologia e moda: Alta costura feita a partir de pó de plástico

Criação rápida de protótipos, sem moldes e matrizes é a chave para a originalidade e personalização, principalmente no mundo da moda. Uma tecnologia desenvolvida pelos cientistas da Bayer MaterialScience, divisão de Materiais Inovadores do Grupo Bayer, torna possível a fabricação de peças de roupas sob medida a partir de plástico em pó.  As possibilidades são infinitas, tanto que a designer alemã Iris Van Herpen fez uma coleção inteira com este material.

O processo de sinterização a laser é digital e funciona assim: a peça é construída camada por camada a partir de um registro de dados tridimensional feito em um programa de computador.  A energia do laser é usada para derreter as camadas recém-aplicadas de Desmosint ®, da Bayer MaterialScience, um tipo de poliuretano termoplástico com alta resistência ao desgaste, e assim o produto ganha forma.


Sobre a Bayer MaterialScience

Com vendas de 11,2 bilhões de Euros em 2013, a Bayer MaterialScience está entre as maiores empresas de polímeros do mundo. Suas atividades de negócios são focadas na produção de materiais de alta tecnologia e no desenvolvimento de soluções inovadoras para produtos usados no dia a dia. Os principais segmentos atendidos são o automotivo, eletroeletrônicos, construção e as indústrias de lazer e esportes. No final de 2013, a Bayer MaterialScience tinha 30 fábricas, reunindo 14.300 colaboradores em todo o mundo. A Bayer MaterialScience é uma divisão de negócios do Grupo Bayer.


Fonte: Release Jeffrey Group 


segunda-feira, 16 de junho de 2014

Lixo acumula em ruas de Manaus após jogo do Brasil na Copa



A animação de torcedores nas ruas e avenidas de Manaus contrastou com o acúmulo de lixo após a vitória do Brasil sobre a Croácia, na abertura da Copa do Mundo nesta quinta-feira (22). Nos principais pontos de reunião de público foi possível visualizar plásticos, sacolas e garrafas pet espalhados pelo chão durante o fim da tarde e noite. A prefeitura da capital informou que em dias de jogos da Seleção Brasileira, o expediente dos trabalhadores de limpeza da Secretaria Municipal de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp) vai até meio-dia.

Na Avenida Santa Isabel, no bairro Educandos, Zona Sul de Manaus, o lixo era jogado próximo as calçadas da via. O verde e amarelo pintado na avenida se misturava com os utensílios despejados. "Estamos com as ruas bastante sujas por causa do lixo acumulado. Nos dias de jogos, o problema piora porque o serviço é paralisado até as 12h", comentou a moradora do bairro Educados, Janete Alencar, de 45 anos.

A coleta de lixo após o jogo do Brasil também foi insatisfação da dona de casa Yemanjá da Costa, de 53 anos. Ela mora na Avenida Major Gabriel, no Centro de Manaus, e diz que o problema pode se agravar no período de Copa. "A própria população não tem respeito com o dever de manter a cidade limpa, mas se a prefeitura também não cumprir com o papel de recolher o lixo, a condição das nossas vias ficam ainda pior", reclamou a moradora.

A prefeitura de Manaus afirmou que foram empregados 164 pessoas para reforçar a coleta de lixo na cidade, sendo 120 agentes de limpeza e mais 44 catadores. Eles atuarão somente na Arena da Amazônia e no perímetro da Fifa Fan Fest, na Praia da Ponta Negra. Nos dias de jogos em Manaus, o trabalho seguirá normalmente, segundo a Semulsp. O cronograma faz parte do projeto “Coleta Seletiva Solidária”.

Fonte: G1

terça-feira, 3 de junho de 2014

Reciclagem dos plásticos é abordada no IX Seminário Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos da Escola Politécnica da USP


O índice de reciclagem dos plásticos no Brasil, a importância da coleta seletiva, do descarte responsável e da educação ambiental, assim como programas inovadores de reciclagem foram alguns dos temas abordados no IX Seminário Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos. O evento foi realizado na última sexta-feira, na Universidade de São Paulo (USP), sob a coordenação do Prof. Dr. Hélio Wiebeck.

A iniciativa foi destinada a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores, consultores, associações, profissionais de empresas, funcionários de órgãos públicos que atuam ou tenham interesse em reciclagem de resíduos.

A Plastivida Instituto Sócio-Ambiental dos Plásticos apresentou um panorama da indústria de reciclagem de plásticos no Brasil. “O resultados obtidos na pesquisa que realizamos anualmente desde 2004 podem melhorar consideravelmente com o aumento da coleta seletiva no País e este é um dos pontos que faz com que essa discussão seja de extrema importância”, afirmou Miguel Bahiense, presidente da Plastivida.

A edição 2014 do Seminário Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos abordou ainda temas como o saneamento e meio ambiente, o modelo de gestão para disposição zero de resíduos a aterros, o Programa Coleta Mais Seletiva de São José dos Campos, a reciclagem na cidade de Crateus/CE, o LAREX – Laboratório de Reciclagem, Tratamento de Resíduos e Metalurgia Extrativa, a Política Nacional de Resíduos Sólidos, as boas práticas do Sistema Metropolitano de Transporte, o POLIRECICLA – Gestão de Resíduos da Escola Politécnica, entre outros.

O evento, em todas as suas edições, tem contado com a presença de professores renomados, executivos de empresas, membros de associações e pesquisadores que atuam com atividades desenvolvidas na área da reciclagem, logística reversa, biopolímeros e biodegradáveis.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Grupo fecha túnel do centro de SP para festa, cobra R$ 90 e abandona lixo


A realização de um evento fechado de música eletrônica no sábado (24/5) no "Buraco da Minhoca" —túnel sob a praça Roosevelt (centro de São Paulo)— revoltou moradores e até baladeiros que costumam usar o local.

Na internet, ingressos para a Skins Under Party foram vendidos a R$ 70 para mulheres e a R$ 90 para homens.

A prefeitura afirma não ter autorizado a festa. Diz que havia permissão apenas para uma gravação que previa a instalação de banheiros químicos para os figurantes.

No fim de semana, fotos do lixo deixado após o evento circularam em redes sociais.

Segundo a administração municipal, a autorização de filmagem previa a obrigatoriedade de limpeza do local.

"Para não penalizar os demais cidadãos, a Subprefeitura [da Sé] mandou recolher o lixo acumulado no local nesta segunda-feira", informou a prefeitura, em nota.

A primeira denúncia partiu da comunidade do Facebook "Buraco da Minhoca", formada por pessoas que, inicialmente sem aval da prefeitura, promoveram festas abertas e gratuitas no túnel.

O grupo criticou o fechamento do espaço por uma equipe de seguranças. "Como se não bastasse privatizar o espaço público para tornar o túnel uma casa noturna fechada, [...] deixaram esta quantidade absurda de garrafas e lixo", dizia a página.

Procurados pela reportagem ontem (26/5), os organizadores da Skins Under Party afirmaram que gravaram um videoclipe e que outras informações estavam na página do evento no Facebook.

Nota exibida nesse perfil ontem dizia que foram contratados faxineiros e que o lixo foi deixado "arrumado".

Porém, em postagem antiga, removida da página, havia orientações sobre como comprar ingressos e o endereço do site de eventos Sympla.

Nele, a descrição era de uma festa "open bar", com vodca, tequila e absinto, que ocorreria das 23h às 5h.

O site também recomendava ao público que preparasse o fígado, porque a festa iria "deixar todo mundo de ressaca até a Copa do Mundo".

A presidente da Ação Local Roosevelt, Marta Lilia Porta, 49, criticou o barulho da festa. "Agora, qualquer um que tem dinheiro faz uma festa de madrugada", disse.

A prefeitura afirma que vai aplicar sanções como multa e suspensão do aval para novos eventos. A Subprefeitura da Sé disse também que aplicará punições criminais cabíveis.

Fonte: Folha de S.Paulo

quinta-feira, 15 de maio de 2014

O perfil do Recicle Ideias está migrando!



O perfil do Recicle Ideias está migrando! Por isso, se você quer continuar conferindo dicas, notícias, informações e curiosidades sobre reciclagem e sobre o uso consciente das sacolas plásticas, clique aqui curta a nossa nova página no Facebook. E se você discorda das nossas Ideias, curta a página mesmo assim, exponha seu ponto de vista e venha debater com a gente. 

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Botas de sacolas plásticas

O friozinho já começou e o inverno está chegando, por isso o Recicle Ideias traz a dica perfeita para quem quer ter estilo e consciência ambiental ao mesmo tempo. A designer chilena Camila Labra criou botas de cano baixo feitas de sacolas plásticas.

As botas, além de sustentáveis, são flexíveis, leves, não tóxicas e ainda impermeáveis - propriedades das sacolinhas que garantem conforto e mantém os pés secos nos dias de chuva. Com o nome de Dacca, os sapatos são fabricados por meio da fusão das sacolas plásticas com o calor.

O mais interessante é que as estampas, cores e propagandas das próprias sacolinhas produzem um efeito incrível nas botas. Para que os calçados sejam ainda mais confortáveis, a parte interna destes é revestida com tecido acolchoado. Camila Labra utiliza em média oito sacolinhas para cada par de botas.









Fonte: Dacca

terça-feira, 22 de abril de 2014

Dia da Terra


Hoje, 22 de abril, é comemorado o Dia Internacional da Terra. A data passou a ser comemorada a partir de 1970, quando o ambientalista e senador norte-americano Gaylord Nelson iniciou uma manifestação sobre questões ambientais e reuniu mais de 12 mil escolas e comunidades para brigar pela causa.

As ações foram bem sucedidas e o governo dos EUA criou a Agência de Proteção Ambiental. A comemoração também foi firmada pela ONU em 2009, como uma maneira de lembrar a todos da responsabilidade coletiva em equilibrar economia, sociedade e meio-ambiente.

Dessa forma, nós do Recicle Ideias não poderíamos deixar de homenagear a Terra e de lembrar o quanto o plástico contribui para nosso bem estar no planeta. Trata-se de um material maleável, reciclável e de extrema praticidade, que faz parte das nossas vidas o dia todo.

Uma das principais funções dos plásticos é de proteger. Estas proteções auxiliam na produção, estocagem e distribuição de milhares de toneladas de alimentos e evitam desperdícios e perdas por transporte ou por alterações do clima. As embalagens de plástico também garantem que hortifrútis, carnes, laticínios e bebidas cheguem à mesa em perfeitas condições para seu consumo.

Os plásticos também estão presentes na distribuição da água que bebemos. O uso de tubulações de plásticos garante a potabilidade da água nos protegendo contra doenças como cólera, diarréia, esquistossomose. É por isso que convidamos a todos para fazer uso consciente e responsável deste produto. Não jogue embalagens nas ruas, separe o lixo, recicle e reutilize, assim mantemos nosso planeta saudável e com todo bem estar o plástico proporciona.